quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

windbringer, please

...
bring me the love and catch me when I fall.

afundei no erro de achar que nunca mais veria aquele brilho envolvente... dominante e perigoso, fingiu tomar-me e agora despediu-se com um singelo sorriso... você agora se foi, eu te perdi.


Me policiei a ficar presa a mim mesma - no aguardo de decisões, de punições.
Eu quero que essa tortura cure minha doença, meu desejo, minhas intenções
Eu quero que essa tortura me traga liberdade
Eu quero que essa tortura me leve até o fim
Eu quero minha vida de sempre...











Desistí, estou pronta para o fim, a neve está cada dia mais gelada, 
entreguei-me, acabe comigo e com o que resta de mim.

Um comentário: