sábado, 3 de julho de 2010

our nightmare

(don't touch it, it's still hurt...) blame it on me


Farei de tudo para você se sentir melhor. Mas o meu melhor não é tão significante quando deveria ser... Porque estar ao seu lado é o mesmo que não estar, porque estamos juntos ao mesmo tempo que não estamos. Deveria eu deixar as lágrimas virem? Já ocorre tão naturalmente que não sei se posso impedir...