terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Só pra avisar mesmo

Não esperem posts esses dias. Decidí que vou postar coisas melhores.
Então, torçam pra minha vida ficar mais interessante (?)

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

não são só memórias..

...são fantasmas que me sopram aos ouvidos coisas que eu nem quero saber!

Oi people! Okay, eu ando meio animada e meio borocrochô. Eu entrei no Revolution AG, o pessoal de lá é animado, então... isso me ajudou em parte a ficar mais contente. A parte do 'borocrochô' é que eu queria seguir a vida como uma leiga qualquer. Tipo, sem noção do perigo, sem noção de nada, como se eu não soubesse o que é e como é viver. Eu esqueceria os problemas, o passado, as noites mal dormidas pra começar a lembrar quão lindo foram os meus sonhos, as flores que eu encontrei no meu caminho, e todas as risadas de coisas inúteis. Oh, como eu queria que a vida fosse menos complicada... T_T Tão fácil querer as coisas de mão beijada, não? Mas eu falo isso porque cansei mesmo, como qualquer outro ser humano, cansei. Vou ficar no chão por bastante tempo, até ter total firmeza pra onde eu vou voar novamente. Não adianta voar com os pés no chão! E mesmo eu sendo a sonhadora que sou, quero fazer as coisas certas dessa vez. Não as coisas certas que dizem por aí, e sim o que eu acho certo, vai da minha própria consciência. Claro que só farei as coisas ao meu favor, não pra me prejudicar né?

... Apesar de já ter feito muito isso (me prejudicar). Longas estradas nos proporcionam maiores oportunidades ao longo do caminho. Eu ando bem devagar nessa trilha, quero conhecer tudo e deixar bem marcado dentro de mim. Mas admito: quero esquecer tudo o que deixei pra trás. Foi bom e foi ruim. Agora sói vou guardar o que for essencial... Sim, ainda tô egoísta, portanto, não espere muita coisa de mim se não for recíproco {exceções... sim, existem.}

Sentí... Vontade de voltar atrás e não fazer NADA do que eu fiz. Existiam meios menos dolorosos de saber tudo... nhain. Mas claro que algum malefício trouxe algum benefício: Vê se eu não me aproximei da minha mãe? ;) Tadinha. Queria pdoer ajudá-la mais, mas as coisas vão se resolver melhor quando ela tiver com os olhos mais abertos.

Há dias ando ansiosa pras aulas. Não pras aulas em sí, não pros cadernos, não pros babacas que me chamavam de 'cabelo de beterraba'. E sim pras zoações da Hina, A Bruna caindo aos pedaços de amor pelo Ban, fazer novas amizades, Socar o guto, fofocar, gritar, pular, dançar, YAAA \O/ AMANHÃ SAI A LISTA DAS CLASSES! Quem vão ser os SORTUDOS (ironia, conhecem?) que vão cair na mesma sala que eu? Muhauhauhauaw...

Sabe? Eu vou é ser feliz, andar na direção que eu bem entender, se for pra quebrar a cara eu quebro sozinha, não quero levar ninguém junto não. Já quis, confesso.
Me enganei uma vez e não quero me enganar de novo: Achei que amor demais faria minha vida melhor. NEM SE FOSSE recíproco faria minha vida melhor, meldels. Coisas em demasia vão se estragando com o tempo. Depois é tarde... demais ~

Eu tô indo dormir 10 horas, e acordando MEIO DIA, nossa. Já já essa folga acaba, aulas aulas aulas aulas *-*~
Enquanto nada disso acontece, vou continuar no aguardo e abraçar bem a Lucky, até esmagar *0* Poxa, ela é muito fofaaaaaaaaaa. Não concorda comigo? Nham, mesmo? Tá fazendo o que por aqui? u___Ù Mari ser (?) MANÍACA por gatos, principalmente pela dela, ok.
Bom, esse ano vou ser estudiosa, mesmo. Ano passado foi o PIOOOOOR. Não aprendí porra nenhuma, então, deixa eu me esforçar nesse. Ando me surpreendendo :O Nem eu mesma sei do que sou capaz às vezes. Hmm.

Será que eu vou começar as aulas usando aparelho? xDDDDDDDDDDD~ Woal, antes não me imaginava de aparelho, mas não vai ser tão ruim =]

Que ótimo que não fiz a burrada de mudar de colégio, hein. Ficar sem as loucuras da Hina? TEM COMO? XDDD

Nhoin, nem tenho muito pra comentar aqui... só sei que salada de macarrão é mó boa! {? o-õ}

Valeu pra todo mundo que lê aqui... bendita paciência hein!

E por que não terminar o post com a música que começou? =) Pitty!!


Memórias

Eu fui matando os meus heróis aos poucos

Como se já não tivesse
Nenhuma lição pra aprender

Eu sou uma contradição e foge da minha mão
Fazer com que tudo que eu digo faça algum sentido
Eu quis me perder por aí fingindo muito bem
Que eu nunca precisei de um lugar só meu

Memórias, não são só memórias
São fantasmas que me sopram aos ouvidos
Coisas que eu...

Eu dou sempre o melhor de mim
E sei que só assim é que talvez
Se mova alguma coisa ao meu redor
Eu vou despedaçar você
Todas as vezes que eu lembrar
Por onde você já andou sem mim

Memórias, não são só memórias
São fantasmas que me sopram aos ouvidos
Coisas que eu...
Memórias, não são só memórias
São fantasmas que me sopram aos ouvidos
Coisas que eu nem quero saber!

Eu sou uma contradição e foge da minha mão
Fazer com que tudo que eu digo faça algum sentido
Eu quis me perder por aí fingindo muito bem
Que eu nunca precisei de um lugar só meu

Memórias, não são só memórias
São fantasmas que me sopram aos ouvidos
Coisas que eu...
Memórias, não são só memórias
São fantasmas que me sopram aos ouvidos
Coisas que eu nem quero saber!
Nem quero saber!

sábado, 7 de fevereiro de 2009

05:05 da manhã

Mari na fase "egoísta". CHEGA de esquecer de mim, de pensar no bem estar dos outros, mesmo que eu tenha que me sacrificar. Chega. Quero um tempo pra mim, poxa isso é tão difícil, tão inalcancável?

Vou ocupar minha mente com outras coisas. Com coisas que SÃO REALMENTE importantes pra mim, e eliminar de uma vez por todas as que me fazem mal, as que vão me devorando por dentro sorrateiramente. Não vou esperar o pior acontecer pra depois chorar, chorar e tentar consertar. Vou viver minha vida do jeito que melhor se encaixar pra mim e pra todos, mas não exclusivamente "mais pros outros" do que pra mim.
Cada um tem seus problemas, e mesmo que eu cuide de problemas alheios, eles nem ligam. "Não fiz mais do que minha obrigação", certo? errado. Minha 'obrigação' de amiga é ajudar, óbvio. Mas não doar minha vida toda, afinal tenho que cuidar de mim. Mas e eles? Eles cuidam de mim? Não, mas eu não reclamo. Só não vou dar e esperar receber no mesmo valor. Só isso. Nada muda pra vocês, pra mim muda bastante. Muda tudo. E por favor... você está com problemas? POXA que coincidêeeeeeeencia eu também, então enquanto você tenta resolver o seu eu resolvo o meu ok? Quando os dois estiverem melhor, conversamos sobre os supostos problemas. Porque eu não posso me pilhar com mais NADA. NADA, OK?

Não tô triste... tô... decepcionada. Com muita gente. Com o mundo. E a vida só me ensina, que... confiança é algo valioso. E eu acabo confiando cedo demais. Na inocência mesmo, sabe? (Não me venham com piadas de malícia, ou torço o pescoço de vocês)...
Eu aprendí que não tem pote de ouro no final do arco-íris. Aliás... ele não é algo concreto. Você pode criar uma recompensa pra você mesmo, apesar d'ela não existir, ela vai existir dentro de você, algo como... sabedoria? Ah, nem queiram me entender. =) Não queiram mesmo, eu já tentei e não conseguí! ;D

Sabe o que me falta agora? Não é nem carinho... não é liberdade... é espaço. Espaço pra coisas positivas, espaço pra pensar mesmo. E de onde virá esse espaço que eu preciso?... É.. Who knows?!

Eu tô me policiando. Ou tentando. E conseguindo. Se eu quiser um abraço, eu abraço a lucky, nem tem problema mesmo. Se eu quiser um 'eu te amo', vou abraçar minha mãe. Que por sinal, precisa muito de mim, e eu dela. Mas escorpiano pensa diferente de sagitariano, ah.. fazer o que; não é impossível né? ;)

Adiaram as aulas. Lindo hein? Quando eu penso que já ruim o suficiente, me vem mais essa. Parabéns pra mim. -.-' Não vou ficar repetindo "2009, ano novo, vida nova" Porque É UMA MENTIRA. Todo ano nós falamos isso, já percebeu? E aí, nós mudamos?

Vejo que estou numa fase da qual eu vou me agradecer muito depois. Ah, 14 anos, tenho MUITO pela frente. Vou estar melhor do que agora, vou estar pior em algumas situações. Mas eu temo de ficar muito mal agora e me custar pra voltar ao normal, igual no passado. Passado, bleh... não consigo botar uma pedra nele. Lindo, né? Teve tanta coisa legal. Tanta coisa pra recordar, pra guardar no coração e nunca mais tirar de lá. Mas quando o coração aperta... é. Dureza ;)

Deus, me dê paciência e sabedoria, porque se me der forças eu mato um. :@ {Old, but gold.}

Ah... vocês deveriam ouvir mais as pessoas ao redor. Por mais besteiras que elas digam... tudo tem um fundinho de verdade {não é mesmo, nork?}. Mas não veja seriedade em brincadeiras, ou você vai arranjar conflitos e vai criar coisa onde não existe. Be careful.

Amo vocês, pessoas queridas, ;D As únicas que tem olhos o suficiente (?) pra ler até aqui. Eu acho, né? :D Devem me amar demais pra isso. Beijinhos, se cuidem.

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

;)

É. Eu realmente precisei de um chacoalhão pra acordar pra algumas coisas. Ridículo isso. Coisas que eu negava que fazia errado. Batia em cima da mesma tecla, tudo em vão, tudo pra piorar. Não estou vivendo num pesadelo nem pretendo viver em um, mas alguns momentos aqui estão... tensos. Uma mentirinha aqui, outra alí... E quando você percebe a situação, não dá pra voltar atrás. Não é o meu caso, mas é um caso que pode mudar muita coisa em mim e pra mim.

O que eu julgo certo, pode não ser certo. Mas quem pode julgar o que é certo e o que é errado?...

Bom, tirando esse mimimi todo que ninguém gosta de ler, eu ando random. D: Posso tar rindo do nada uma hora e depois simplesmente aparecer com a maior cara de choro. Nah, nem é emisse. Mas eu tô sentindo que esse início de aulas promete! ;D espancar Rever o pessoal, aprontar bastante... aah, 1º ano gentem! *-*

Tá que eu não tô suportando algumas coisas, dá vontade de falar tudo o que eu quero... mas aff, as coisas não são assim. D: E se eu tivesse o "poder" de voltar no tempo, talvez... talvez eu voltasse. Porque nem sempre as coisas boas fazem bem...

Eu tenho que parar de reclamar, eu ando reclamando demais u_u fala sério... tanta gente aí pior que eu. E que às vezes é irreversível... Não posso de jeito nenhum ficar vendo e botando só defeito nas coisas que eu tenho. Reclamar de barriga cheia... falando em barriga, meu peso agora tá normal, mas... se tem algo bom (se é que pode ser considerado bom) em amidalite, é... que você não sente fome (até porque NADA desce)... fica sem comer NADA durante uns 3 dias {dias críticos...}
Emagreci 3kg! xDDD mas já ganhei 1kg D: Dalhe comer porcaria.

Alguém já conhecia "Disco Metal"? Pois é, nem eu! o.O e é PUTA LEGAL \O/
aí vai um dueto meio.. lol, tem a anette, e o vocal dela tá LIIIIIINDO! Juro D:
Assistam aí: (se não assistirem igual o outro vídeo, vou parar de postar aqui û.u [+ameaça])


Ahhh, só isso mesmo. Beijos gentem. =**** beijonoumbigo&sonhacomigo qqqqqq

Ahh.. NADA muda tão rápido assim. Só se eu fui tola o bastante pra criar uma personalidade imaginária.. e me decepcionar com a que vejo agora. se a carapuça serviu...

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Começando do zero

É assim que tudo vai começar. Do zero. Não vou querer me atolar toda de novo.
2009 tá aí, e cada ano que quero melhorar, e não andar pra trás.

"Não é culpa dele. Não é culpa dele. Não é culpa dele. Não é..." - Céus, dá pra parar de repetir isso? Eu quero entender, o que ainda te faz pensar nisso? Boba você. Sempre foi boba. Fala e não faz. Fraca.
"Mas você não deve ver seus defeitos. Deve repará-los." - Tão simples dizer. Coloque em prática. Comece com tudo em branco, comece do zero.


A gente vive com base nas experiências do passado, certo?
Então a tendência é melhorar. Por mais que o passado não seja bom, ou seja, dele você tirou lições importantes.

Não vai melhorar se você não fizer nada. Acorda.
- "Eu faço." - Não adianta querer enganar ninguém. - "Você que quer enganar a sí mesma." Don't matter how you wanna play this game, you gonna lose it anyway.


Nesse momento só me sinto dependente. Não sei do quê, mas eu dependo de algo. E meu sonho de ser "independente" esvae-se. Na minha mente só resta o mar de confusões.

Mas... estou feliz, e vou permanecer assim.


Eu sabia! Mas eu preferia não acreditar. - "Você acreditou no que você já sabia, mas tinha medo que fosse verdade." - Eu quis ocultar a verdade, dentro de mim mesma. Isso foi abrindo uma ferida aos poucos: mas eu tinha que me sacrificar. "Bittersweet sacrifice."


Qual o aprendizado da vez? Seguir a vida... sozinha. Não digo que não tenho ninguém pra seguir comigo, mas é que eu preciso encarar as coisas como são. É sensato que eu tenha medo do desconhecido.

Random: Alguém me ajuda a escolher um nome pro blog? ;D

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Layout novo? Yeaaah \o/

Poxa, falta regular tudo isso aqui, mas quando tiver prontinho acho que vai ficar legal! =D ... ou espero que fique legal.

Esse tempo que eu não postei, passei falando muita merda com o Guille, Geandro e o Papel (novo amigueenhu), hmm. E rindo de muita coisa também haieoaieoaieoa

DIA 11 COMEÇAM AS AULAS WEEEEEEEEeeee... vou ter algo pra fazer ;D... não que eu não tenha, mas aff D:

Trocar fotos de "gatinhos" com a dona Líbia [cof cof HAUSHUAHSUA] é muito legal, tá. AHSUAHSUAHSUA XDD

Tô morrendo de sono ~_~'

Correção, tenho 4 leitores agora =
Bruna, Stephen (O ÚNICO QUE COMENTA, NÉ? U_U ♥), Papel e Gabriel! ;D